Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Maria Helena - A Vida depois das cartas!

As minhas outras facetas para além da profissional. Eu, como mulher, mãe e avó, abro as portas do meu mundo.

Maria Helena - A Vida depois das cartas!

As minhas outras facetas para além da profissional. Eu, como mulher, mãe e avó, abro as portas do meu mundo.

Encontrar o equilíbrio… para ajudar o próximo

Olá olá!!!

 

Não basta abrir o gabinete e receber as pessoas de sorriso aberto. Há que energizar o espaço e encontrar o equilíbrio interior para, aí sim, poder ajudar quem precisa. Garanto-vos que sigo este ritual religiosamente, todos os dias.

 

O centro Maria Helena tem como principal objetivo ajudar quem a ele recorre tanto a nível físico, como psicológico, profissional, familiar e/ou social. Várias são as pessoas que o procuram, em busca de uma saída, uma esperança, uma cura. É política da minha casa receber os clientes de sorriso sincero e prontidão para ajudar a ultrapassar todas as dificuldades, mas também existem regras que devem ser cumpridas para o bom funcionamento da casa e do ambiente.

 

Visto que as salas de atendimento, sejam elas de consultas ou de terapias alternativas, abrem as portas a diversas pessoas num só dia, todas elas com energias e problemas distintos, é imperativo energizar o espaço e os utensílios usados. Abrir as janelas permite renovar o ar, mas não é suficiente. É necessário “limpar” o ambiente e os materiais, com a ajuda dos conhecimentos adquiridos ao longo do temo, para que cada consulta seja realizada em segurança e em sintonia com as energias positivas.

 

O ambiente necessita de manutenção constante, mas o terapeuta e/ou tarólogo deve igualmente saber elevar a sua aura. Para se ajudar o próximo, temos primeiramente que estar bem connosco mesmos, em paz e em equilíbrio. Meditação, orações, limpezas espirituais e muita fé, fazem parte do meu dia-a-dia e da minha forma de estar, porque só assim me sinto bem. 

 

IMG_2010.JPG

 

Espero ter sido útil nos meus conselhos!

Um grande beijinho,

Maria Helena